Buscar

Governo defende regadio sustentável

sexta-feira, maio 26, 2017

pivot de rega - destaque
O Governo acredita que é preciso manter a sustentabilidade do regadio, sobretudo no contexto dos desafios emergentes para a agricultura. A posição foi defendida esta semana pelo secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Vieira, que marcou presença no Conselho Informal de Ministros da Agricultura e que foi dedicado ao tema ‘Alterações Climáticas e Recursos Hídricos na UE: desafios emergentes para a Agricultura’.
Durante a sua intervenção, Luís Vieira alertou para os efeitos das alterações climáticas na atividade agrícola e na segurança alimentar, referindo que “a evolução da PAC não deve introduzir incerteza para o setor produtivo, particularmente no apoio ao investimento no regadio sustentável, pois só com uma estratégia de médio-longo prazo se poderá assegurar um quadro de atratividade para o investimento no setor agroalimentar”.
Para o secretário de Estado da Agricultura, “a natureza transversal das temáticas da água e clima conduz à necessidade de uma articulação eficaz das políticas europeias de ambiente, clima e agricultura, orientadas para quatro objetivos: desenvolvimento de metodologias e cenários de antecipação da evolução climática acessíveis para o setor produtivo; aprofundamento da estruturação do conhecimento, particularmente em boas práticas agrícolas; disseminação do conhecimento e da inovação ao nível da utilização de novas tecnologias, nomeadamente a agricultura de precisão; e apoio a investimento dirigido para a gestão eficiente, no quadro da economia circular.
“A modernização da PAC deve responder a estes desafios e contribuir para garantir um setor vivo e dinâmico, capaz de suscitar interesse por parte de jovens e novos agricultores e desenvolver a resiliência dos sistemas agrícolas”, defendeu o Secretário de Estado da Agricultura, acrescentando que “neste contexto, é essencial que se atue preventivamente para mitigar os fenómenos extremos, como é o caso das inundações e da seca, em que o apoio às infraestruturas de prevenção, incluindo o regadio, é determinante”.
 
Fonte: Vida Rural 
 
Curta nossa página no Facebook!

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Acrocomia aculeata (2) Alimentos (186) animal nutition (1) Aspectos Gerais (164) Aviação (22) Aviation market (11) Biocombustíveis (154) Biodiesel (52) Bioeconomia (14) Bioeletricidade (2) Biofertilizantes (1) Biofuels (68) Biomass (7) Biomassa (47) Biopolímeros (3) Bioquerosene (18) Biotechnology (20) Biotecnologia (2) Brazil (17) Cerrado (1) Ciência e Tecnologia (157) Clima e ambiente (157) climate changed (6) Cogeração de energia (9) COP24 (73) COP25 (8) Cosméticos (18) Crédito de Carbono (25) Cultivo (96) eco-friendly (2) Economia Internacional (59) Economia Verde (145) Economy (25) Ecosystem (1) Efeito estufa (3) Energia (24) Energia Renovável (128) event (4) Eventos (63) Extrativismo (19) Farelos (27) farm (1) Fibras (8) Floresta plantada (55) Food (38) food security (1) Fuels (16) Global warming (75) Green Economy (95) health (19) Industry 4.0 (1) IPCC (13) livestock (4) Low-Carbon (39) Lubrificantes e Óleos (8) Macaúba (451) Manejo e Conservação (29) Meio Ambiente (67) Melhoramento e Diversidade Genética (52) Mercado (3797) Mercado florestal (40) Nutrição animal (14) nutrition (9) Oil (38) Óleos (200) other (1) Paris Agreement (45) Pecuária (50) Pegada de Carbono (37) pirólise (1) Plant Based (5) Política (41) Produtos (118) proteína vegetal (13) Recuperação de área Degradada (21) renewable energy (5) Research and Development (7) SAF (1) Saúde e Bem-Estar (54) science and technology (21) Segurança Alimentar (31) Soil (7) Solos (8) Sustainability (26) Sustainable Energy (51) Sustentabilidade (255) Vídeo (193) World Economy (56)

Total de visualizações de página