Buscar

Avaliação de características fisiológicas em progênies de macaúba com vistas ao melhoramento genético da espécie

segunda-feira, julho 28, 2014

Artigo publicado nos anais do Congresso Brasileiro de Macaúba, em 2013.

Gisele Pereira Domiciano, Rodrigo Furtado Santos; Jean Carlos Alekcevetch; Leo Duc Haa Carson Schwartzhaupt Da Conceição; Bruno Galveas Laviola; Alexandre Alonso Alves 

INTRODUÇÃO
A Macaúba (Acrocomia aculeata (Jacq.) Lodd. ex Martius), uma palmeira oleaginosa nativa, tem recentemente ganhado destaque no cenário energético brasileiro devido a seu grande potencial produtivo (PIRES et al. 2013). Em termos de quantidade de óleo produzido por unidade de área, a produtividade da macaúba somente é superada pelo Dendê. Em função disso, a espécie vem sendo considerada uma das mais promissoras fontes de óleo vegetal para complementar a soja no atendimento ao crescente mercado interno de óleo vegetal. Cabe destacar que a incorporação de novas matérias primas à cadeia do biodiesel vem sendo estimulada pelo Governo Federal por meio do Plano Nacional de Produção e Uso do Biodiesel visando à segurança energética do país e inclusão de novas áreas geográficas no contexto da produção de energia (LAVIOLA E ALVES 2011). Neste contexto, a Macáuba pode ser explorada por pequenos agricultores em sistemas extrativistas, pois além do óleo, pode-se produzir carvão e farinha. O incremento da participação da Macáuba no mercado de óleos para a produção de biodiesel pode ter assim, impacto direto na inserção de pequenos produtores em um mercado antes restrito aos grandes produtores de soja. Tal fato teria importante papel social, pois a renda destes produtores também seria aumentada. A fim de viabilizar economicamente a espécie, diversas instituições de pesquisa têm investido esforços e recursos em várias áreas do conhecimento. Umas das áreas a ser investida é a fisiologia e a ecofisiologia da espécie. Pires et al. (2013) em um trabalho pioneiro, determinaram aspectos ecofisiológicos da espécie por meio da mensuração de parâmetros de trocas gasosas. Esses autores demonstraram que a espécie tem comportamento típico de plantas C3, assim como seu potencial fotossintético. Como Flood et al. (2011) evidenciaram que os parâmetros fisiológicos podem estar diretamente ligados à produtividade, estes podem ser tratados em um contexto genético para fins de seleção, seja ela indireta (no caso de haver correlação entre esta uma característica de interesse), direta ou em um índice de seleção. No entanto, para que isso seja possível, é necessário se estimar parâmetros genéticos associados a essas características, a fim de se elucidar a estrutura genética das populações que comporão os futuros programas de melhoramento da espécie e para se inferir sobre sua variabilidade genética e potencial de melhoramento. Frente ao exposto, o principal objetivo deste estudo foi avaliar características fisiológicas e se estimar parâmetros genéticos associados a elas em Acrocomia aculeata e por meio destes inferir sobre a variabilidade genética e potencial de melhoramento de 15 famílias de meios-irmãos atualmente em teste.

Confira mais detalhes a seguir.

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Total de visualizações de página